Artistas do Laboratório de Música debatem “A presença negra na música cearense”

Atividade acontece em 19 de novembro, véspera do Dia da Consciência Negra, a partir das 16h, na Sala de Música da Escola

Onde está a identidade negra na cena musical cearense? Com a proposta de debater sobre essa questão, o Porto Iracema das Artes reúne os artistas Lua e Luiza Nobel, do Laboratório de Música deste ano, e o cantor, compositor e produtor musical Arquelano, ex-Lab Música 2018, para a roda de conversa “A presença negra na música cearense”. A atividade será em 19 de novembro, véspera do Dia da Consciência Negra, a partir das 16h, na Sala de Música da Escola. O evento, que integra programação alusiva ao Mês da Consciência Negra no Porto Iracema, é gratuito e aberto a todos os interessados.

A ideia do encontro é refletir sobre a presença do canto negro na cena cearense, suas trajetórias, referências musicais, experiências de processos criativos e dificuldades enfrentadas.

Sobre os artistas 
Benjamin Arquelano
Cantor, compositor, produtor musical, sonoplasta, DJ e graduando em gestão de políticas públicas. Seu projeto “Arquelano” explora as vertentes da música eletrônica (com influências da MPB, pop, R&B e soul) partindo da poética da vivência jovem negro, LGBTTQ, que diariamente realiza o percurso entre duas cidades Maracanaú – Fortaleza, vivenciando diversas realidades. Lançou o EP Ponto nas plataformas digitais, estreou em São Paulo, na Galeria Olido no projeto de Claudia Assef e colaborou no projeto do artista paraense Pratagy.

Lua

Produtor, compositor, cantor e músico. Desde 2012 atua em projetos independentes de música eletrônica. Em 2018, começou a compor e produzir o álbum Atlântico, que desenvolve no Lab Música sob tutoria de Omulu. O trabalho traz sonoridades latino-eletrônica, new wave, dancehall e house. Lançou single e clipe com o selo independente Berlim Tropical da música Eh Yo, produzida e composta junto com Clapt Bloom, criada para trilha da coleção Under the Sun, do estilista David Lee.

Luiza Nobel
Cantora, compositora, atriz com participação na cena musical cearense, apresentando-se em festivais e em shows solo. Venceu o Festival de Música da Juventude de Fortaleza edição 2019. Desenvolve no Lab Música o projeto “Um corpo sem voz em busca de voz”, com tutoria de Mahmundi.

Sobre a Escola
O Porto Iracema das Artes é uma instituição da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há seis anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

Serviço
O que: Artistas do Laboratório de Música debatem “A presença negra na música cearense”
Quando: Dia 19 de novembro, a partir das 16h
Onde: Sala de Música do Porto (Rua Dragão do Mar, 160, Praia de Iracema)
Gratuito

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Glauber Sobral
Publicado em 13/11/2019