Cineasta Armando Praça analisa “Greta” na segunda live do ciclo de debates “Anatomia do Filme”

Programação realiza edição online e traz tutores do Laboratório de Cinema para analisar alguns de seus filmes

O Porto Iracema das Artes dá sequência ao projeto “Anatomia do Filme”, realizando a segunda edição nesta sexta-feira (5), com o cineasta Armando Praça. Ele vai analisar “Greta” (2019), primeiro longa-metragem do diretor e roteirista, a partir das 17h no Canal do YouTube e no Facebook da Escola, com mediação da roteirista Camila Chaves.

A proposta deste ciclo é trazer os tutores do Laboratório de Cinema do Porto Iracema para comentar obras relevantes em suas trajetórias, olhando para a construção e a estrutura dramatúrgica dos filmes. A realização do bate-papo é do CENA 15 – Centro de Narrativas Audiovisuais do Porto Iracema.

O terceiro e último “Anatomia do Filme” deste ciclo acontecerá na quinta-feira da próxima semana, 11 de junho, e tem como convidado Karim Aïnouz analisando “O Céu de Suely” (2006). O roteirista Yuri Peixoto estará na mediação. O primeiro bate-papo ocorreu no dia 29 de maio (confira AQUI) e teve como convidado o diretor Sérgio Machado, que falou sobre o filme “Cidade Baixa” (2005), com mediação da roteirista Luciana Vieira.

Sobre Armando Praça

Foto: Alan Sousa

Cineasta e sociólogo, se destacou com a realização do média metragem “A Mulher Biônica”, selecionado para o Festival Internacional de Curtas-Metragens de Clermont-Ferrand e também exibido na Mostra Internacional de Cinema Latino Americano em Toulouse e em outros 20 festivais. Desde 2000 atua como diretor, roteirista, pesquisador, assistente de direção, preparador e produtor de elenco. Foi roteirista da série “Bruna Surfistinha”, em fase de finalização, produzida pela TV Zero para o canal Fox. Em 2017, dirigiu seu primeiro longa metragem, “Greta”, que entrou em circuito nacional em 2019 após passar por importantes festivais como o Festival de Cinema de Berlim.

Sobre Camila Chaves

Foto: Alan Sousa

É Relações Públicas, mestre em Comunicação e escritora. É autora de diversos contos, entre os quais, “Talvez não fosse sobre cartas”, que foi premiado e publicado na Coletânea Literária LGBT do Ceará. Integrou a 6ª edição do Laboratório de Roteiro da Escola Porto Iracema das Artes, e em dupla com Natália Maia, foi vencedora do Prêmio Porto-Frapa no Pitching de Roteiros com o projeto de ficção “Noite ao Relento”.

Sobre a Escola

O Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, ligada à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há seis anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

SERVIÇO

O quê: Cineasta Armando Praça analisa “Greta” na segunda live do ciclo de debates “Anatomia do Filme”
Quando: sexta-feira, 5 de junho, a partir das 17h
Onde acessar: Canal do YouTube e Facebook do Porto Iracema das Artes

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Pedro Victor Lacerda
Publicado em 03/06/2020