Dilly Ximenes estreia “Ateliê Aberto”, nova série do Entre Telas Artes Visuais

Na live, a artista realizará experimentações com encadernação artesanal através de técnica japonesa de costura

Diferentes técnicas artísticas serão abordadas, na prática, durante as próximas edições do “Entre Telas Artes Visuais”. A iniciativa integra a série “Ateliê Aberto”, que trará profissionais para experimentar e produzir algo ao longo das lives. A primeira acontece na próxima terça-feira (13), com a artista visual Dilly Ximenes, que falará sobre encadernação artesanal através da técnica de costura japonesa. A atividade será mediada pela Coordenadora dos Cursos Básicos de Artes Visuais, Carolina Vieira e transmitida pelo Instagram da Escola, a partir das 15h.

Estudante de Artes Visuais na Universidade Federal Minas Gerais (UFMG) e ex-aluna do Porto Iracema, Dilly trabalha profissionalmente com encadernação desde 2015. Sua primeira experiência com com a técnica aconteceu em 2013, no Cuca Barra, onde voltou para ministrar duas práticas de encadernação. Além da produção, na live, Dilly também partilhará detalhes sobre a técnica e suas características.

Relativamente simples, a costura japonesa também é prática e charmosa. Para quem quiser participar como se estivesse numa oficina online são necessários papéis (a escolha do próprio participante); linha, de preferência com maior espessura (encerada, de bordado/crochê, linha de pipa); e agulha, que dê para usar com a linha escolhida. Também podem ser utilizados materiais como cartolina, napa ou outro material maleável, para a capa, e furador/agulhão, para auxiliar.

O Entre Telas integra uma série de ações virtuais promovidos pelo Porto Iracema das Artes neste período de isolamento social e vem trazendo artistas e pesquisadores para discutir suas formações e processos criativos a partir de contextos diversos.

Sobre Dilly Ximenes

Atualmente cursa Artes Visuais na UFMG e trabalha profissionalmente com encadernação desde 2015. Teve sua primeira experiência com encadernação em 2013, no Cuca Barra, onde voltou para ministrar duas práticas de encadernação, uma como atividade complementar dentro de um curso de figurino e outra como oficina individual. E no Porto Iracema das Artes, o qual foi ex-aluna, teve a oportunidade de participar do evento Desenquadradas, onde ministrou uma oficina de encadernação artística.

Sobre a Escola

O Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, ligada à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há sete anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.
Serviço

O que: “Dilly Ximenes abre “Ateliê Aberto”, nova série do Entre Telas Artes Visuais ”

Quando: 13 de outubro (terça-feira), a partir das 15h

Onde: Instagram da Escola Porto Iracema das Artes

Equipe de Assessoria de Comunicação do Porto Iracema das Artes | Texto: Rafaela Leite (estagiária) | Supervisão e edição: Pâmela Soares

Publicado em 07/10/2020