Espetáculos desenvolvidos no Porto Iracema fazem apresentações no Teatro Universitário e no Cineteatro São Luiz

“Corpo Pedrado”, “Cavalos-Marinhos” e “Além, Aquém Daqui” foram realizados dentro do programa Preamar do Curso Básico de Artes Cênicas

Três encenações realizadas na Escola Porto Iracema das Artes voltam aos palcos em fevereiro. Os espetáculos “Corpo Pedrado” e “Cavalos-Marinhos”, do Coletivo Antiontem, foram desenvolvidos no Preamar de 2019, já “Além, Aquém Daqui”, do Coletivo Grão, é resultado do processo formativo de 2017. As peças serão apresentadas, gratuitamente, nos dias 20, 28 e 29 de fevereiro, no Teatro Universitário da Universidade Federal do Ceará (UFC), e no Cineteatro São Luiz, dentro da programação Curta Mais Teatro. Os acessos são gratuitos.

Ao longo do primeiro semestre de cada ano, jovens atores, figurinistas e cenógrafos passam pelo curso de formação básica na área e, no segundo período letivo do ano, desenvolvem peças teatrais. O Teatro Universitário receberá o espetáculo Corpo Pedrado na próxima quinta-feira, dia 20 de fevereiro, às 19h. Já o Cine São Luiz receberá o mesmo espetáculo na sexta feira da semana seguinte, dia 28, às 19h. No mesmo dia, às 20h, é a vez de “Cavalos-Marinhos” subir ao palco. É possível assistir às duas apresentações com uma única entrada. Já no sábado, dia 29, o espetáculo “Além, Aquém Daqui” será apresentado, às 19h. No cineteatro, as peças acontecem sobre o palco, com 70 lugares por sessão.

Corpo Pedrado parte de histórias de pessoas usuárias de substância ilícita e em situação de rua para discutir a distribuição dos corpos no espaço urbano, levantando questões sobre individualidade e coletividade, mobilidade e liberdade. O texto é de Carlos Roque e direção de Joel Monteiro. A classificação indicativa é de 14 anos.

Já Cavalos-Marinhos foi inspirado no texto “Muros Agudos Iguais a Fome”, do autor Yuri Marrocos, e traz quatro atores construindo imagens, ações e representações numa tentativa fracassada de caber no tempo. Com direção de Edivaldo Batista, o trabalho instiga no espectador uma reflexão sobre o tempo. A classificação indicativa também é de 14 anos.

Em “Além, Aquém Daqui”, os papéis femininos são a grande força do espetáculo. São as mulheres que dão o tom da peça. Seja para abordar a injustiça, questionar o que é a loucura ou denotar a força presente no ser mulher, são essas personagens que passam na frente e dizem para onde vamos caminhar. A classificação indicativa é de 12 anos.

Confira, abaixo, as sinopses dos espetáculos.

Corpo Pedrado

Foto: Rafaela Leite

O usuário de substância ilícita em situação de rua poderia ser o corpo social retratado em “Corpo Pedrado”. Horizontalidades e verticalidades nos colocam distribuídos ocupando o espaço urbano. Estamos juntos. Estamos? Como, enquanto corpos sociais, individuais ou coletivos, públicos ou privados, convivemos, nos relacionamos, nos importamos, nos vemos? Nos vemos? Quem de nós está imóvel, inerte? Quem não consegue mover e mudar, sair do lugar? Qual corpo está livre? Qual corpo está pedrado?

Cavalos-Marinhos

Foto: Rafaela Leite

Partindo do texto “Muros Agudos Iguais a Fome”, do autor Yuri Marrocos, o espetáculo “Cavalos-Marinhos” traz quatro atores construindo imagens, ações e representações numa tentativa fracassada de caber no tempo.

Além, Aquém Daqui

Foto: Alan Sousa

A encenação se baseia em três dispositivos criativos: “Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar” de Eduardo Galeano; “Uma vida precisa de utopia e amor como de água e pão, sexo e trabalho?”, de Ângela Linhares; e “Não há nada como o sonho para criar o futuro. Utopia hoje, carne e osso amanhã”, de Victor Hugo. O espetáculo tem o desejo de dizer que a utopia é essencial para não se ter uma existência apática diante da vida e diante dos sonhos.

Serviço

Espetáculo: Corpo Pedrado com o Coletivo Antiotem (40 min, 14 anos)
Quando: Quinta-feira, 20 de fevereiro, às 19h
Local: Teatro Universitário da UFC (Av. da Universidade, 2210 – Benfica, Fortaleza)
GRATUITO

Quando: Sexta-feira, 28 de fevereiro, às 19h
Local: Sobre o palco do Cine São Luiz (Rua Major Facundo, 500 – Centro, Fortaleza)
GRATUITO

Espetáculo: Cavalos-Marinhos, com o Coletivo Antiontem (40 min, 14 anos, 70 lugares)
Quando: Sexta-feira, 28 de fevereiro, às 20h
Onde: Sobre o palco do Cine São Luiz (Rua Major Facundo, 500 – Centro, Fortaleza)
GRATUITO

Espetáculo: Além, Aquém Daqui, com o Coletivo Grão (60 min, 12 anos, 70 lugares)
Quando: Sábado, 29 de fevereiro, às 19h
Onde: Sobre o palco do Cine São Luiz (Rua Major Facundo, 500 – Centro, Fortaleza)
GRATUITO

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Lucas Casemiro
Publicado em 18/02/2020