“O narcisismo do artista da cena” será tema do próximo Conversas com artistas da cena em formação

O debate contará com a presença do ator, cantor e professor, Rodrigo Ferrera. O encontro faz parte do segundo ciclo do projeto, que vem trazendo artistas da cena para refletir sobre suas trajetórias formativas

Há cinco anos, o ator, cantor e figurinista, Rodrigo Ferrera, dá vida à drag queen Mulher Barbada, fruto de seu trabalho com o coletivo artístico As Travestidas. Ele será o convidado da segunda edição do “Conversas com artistas da cena em formação”, que traz o tema “O narcisismo do artista da cena”. O vídeo, que integra o segundo ciclo do projeto, será lançado na próxima terça-feira (22), às 10h, pelo Youtube do Porto Iracema.

Graduado em Design de Moda pelo Centro Universitário Estácio de Sá, Rodrigo também é figurinista de teatro e cinema e ministra aulas de figurino, maquiagem e interpretação cênica para musicais. Além do coletivo, ele também atuou em espetáculos como “Olhe Para os Lados”, de João Andrade Joca, “O Santo e a Porca”, de Carlos Shinoda e “Bando de Pássaros Gordos”, de Andreia Pires.

O ator Rodrigo Ferrera vai conversar com Tiago Fortes sobre o tema “O narcisismo do artista na cena”.

Ao longo do bate-papo, mediado pelo professor adjunto do Curso de Teatro da UFC, Tiago Fortes, Rodrigo falará sobre as vivências, experiências e aprendizagens em sua trajetória artística, além do desenvolvimento de metodologias e valores próprios. O tema parte da tese de doutorado de Tiago, “A condição do ator em formação: por uma fenomenologia da aprendizagem e uma politização do debate”, recém publicada pela Paco Editorial. Elementos centrais da obra serão debatidos junto aos processos formativos do convidado.

O último encontro trouxe a atriz Jupyra Carvalho, para discutir o tema “Abismo de experiências” e pode ser conferido AQUI. Os encontros seguirão sendo disponibilizados nas próximas semanas, nos dias 29 de setembro e 06 de outubro, sempre no mesmo horário.

Promovido pelo Laboratório de Teatro do Porto Iracema, em parceria com o Curso de Licenciatura em Teatro da UFC, o Conversas com artistas da cena em formação é um desdobramento do evento ocorrido em junho nas redes sociais da Escola, “Poéticas de Coexistência – Artes Cênicas”, que seguirá nos próximos meses debatendo sobre outras linguagens artísticas. O primeiro ciclo do projeto está disponível no canal do Youtube da Escola e pode ser acessado AQUI.

Sobre Rodrigo Ferrera

É ator, cantor, professor e figurinista cearense. Há cinco anos dá vida a drag queen Mulher Barbada, fruto de seu trabalho com o coletivo artístico As Travestidas. No coletivo, está nos trabalhos Cabaré das Travestidas, Quem Tem Medo de Travesti, Três Travestis e Trans-Ohno. Como ator, também esteve nos espetáculos Olhe Para os Lados, sob a direção de João Andrade Joca, O Santo e a Porca, de Carlos Shinoda; Vagabundos e Bando de Pássaros Gordos, ambos de Andreia Pires. Na música, Rodrigo começou como cantor da banda Mulher Barbada e os Caixeiros Viajantes, como drag se destaca no show romântico A Barbada do Roberto, onde canta o repertório do Rei, e explora o axé e o funk no Bloco das Travestidas. Em 2020, lançou seu primeiro single Ressaca, uma produção independente composta por Clau Aniz e produzida no Orelha Estúdio por Caio Castelo. Graduado em Design de Moda pelo Centro Universitário Estácio de Sá, Rodrigo também é figurinista de teatro e cinema e ministra aulas de figurino, maquiagem e interpretação cênica para musicais.

Sobre Tiago Fortes

É professor adjunto do Curso de Teatro-licenciatura da Universidade Federal do Ceará. Doutor em Artes da Cena pela UNICAMP e Mestre em Teatro pela UNIRIO. Autor do livro “A Condição do Ator em Formação: por uma fenomenologia da aprendizagem e uma politização do debate”. Em sua trajetória acadêmica já participou da publicação de livros, revistas e congressos nacionais e internacionais como Congreso Internacional y Congreso Nacional de Teatro (IUNA-ARG) e Congresso Brasileiro de Pesquisa e Pós-Graduação em Artes Cênicas (ABRACE). Seus trabalhos cênicos já participaram de festivais como Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga, Festival Atos – Campina Grande (PB), Mostra Sesc Cariri, Festival de Teatro de Fortaleza e Bienal Internacional de Dança do Ceará. Destacam-se os trabalhos “Como Representar os Negros?, “As Suplicantes” e “De Santiago do Chile, 1973” como diretor e “O Coração Denunciador” e “Cartas do Asilo” como ator.

Sobre a Escola

O Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, ligada à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há sete anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

Serviço

O que: “O narcisismo do artista da cena” será tema do próximo Conversas com artistas da cena em formação
Quando: 22 de setembro (terça-feira), a partir das 10h
Onde acessar: Canal do YouTube do Porto Iracema das Artes

Equipe de Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Texto: Rafaela Leite (estagiária) | Supervisão e edição: Raphaelle Batista

Publicado em 18/09/2020