Porto Iracema das Artes, Instituto Villa-Lobos e Escola de Teatro da UNIRIO promovem live sobre trabalho vocal e poético

Nova programação online acontece neste sábado, dando continuidade ao programa EntreVozes, poéticas do canto, da fala e performance, lançado pela escola em 2018

Em parceria com o Instituto Villa-Lobos, o Grupo de Pesquisa Artes do Movimento (CNPq) e a Escola de Teatro da UNIRIO, o Porto Iracema das Artes lança online o programa EntreVozes, que reúne artistas, professores e profissionais que pesquisam a voz no âmbito das linguagens da música e artes cênicas. Com a temática “O trabalho vocal como consciência de si”, a conversa acontece no próximo sábado (6) a partir das 17h, no canal do YouTube e no Facebook da Escola. As artistas e pesquisadoras Kátia Maffi e Doriana Mendes, ex-tutora do Laboratório de Música, são as convidadas.

Conforme Mona Gadelha, coordenadora do Laboratório de Música do Porto Iracema das Artes, a conversa é uma boa oportunidade para discutir as características subjetivas do preparo e do trabalho vocal. “Mostrará a importância de lidar com a respiração, tomando consciência do ato de inspirar e do ato de expirar, encarando como uma poética”, explica a pesquisadora Katia Maffi sobre a proposta.

Doriana Mendes, que também vai participar do bate-papo, foi tutora do projeto “Cenas de Ópera”, do Laboratório de Música 2018. Naquela edição, com a proposta de reunir peças operísticas de diferentes momentos históricos e compositores, foi idealizado um espetáculo para ser apresentado em teatros e também em lugares incomuns ao gênero.

A nova programação online tem como intuito retomar encontros e atividades relacionadas à pesquisa da voz, que trouxe ao Porto Iracema várias atividades, como as oficinas das cantoras Suely Mesquita e Paula Santoro, palestras com fonoaudiólogas e ações de triagens gratuitas de exames e estabeleceu várias parcerias, como o IX Seminário de Voz e Cena, em 2019 .

Sobre Kátia Maffi

Atriz e pesquisadora, Kátia Maffi é doutoranda em Artes Cênicas pela UNIRIO, sob orientação da Professora Joana Ribeiro. Desenvolve pesquisa sobre a expressividade vocal amparada em princípios da consciência corporal. Contemplada com a bolsa do Programa de Doutorado Sanduíche no Exterior (PDSE) da CAPES, transferiu-se em outubro de 2019 para Bolonha na Itália, onde pode se aprofundar na metodologia La Voce Incarnata (A Voz Encarnada) do (e com o) ator e professor italiano Matteo Belli, de quem teve co-orientação durante seis meses. A partir desse período passou a experimentar o trabalho vocal como uma forma de praticar a consciência de si.

Sobre Doriana Mendes

Cantora, Atriz-Bailarina. Bacharel em Canto, Doutora e Mestre em Música, professora de Canto na UNIRIO. Sua tese é “O Discurso Não-Semântico na Música Eletrovocal” e desde o mestrado pesquisa sobre o intérprete contemporâneo. Fez sua estreia internacional no Teatro de Darmstadt cantando uma ópera de Jocy de Oliveira. Em 2016 protagonizou a estreia da ópera Medeia, de Mario Ferraro. Apresentou-se na Alemanha, França, Irlanda, Portugal, Chile, Bolívia, Argentina, México. Sua discografia conta com mais de 20 CDs, em estilos desde a música antiga medieval, passando por teatro musical à música contemporânea.

Sobre Mona Gadelha

Mona Gadelha é cantora, compositora, jornalista, pesquisadora, produtora. Lançou sete discos (Mona Gadelha, 1996; Cenas & Dramas, 2000; Tudo se Move, 2004; Salve a Beleza, 2010; Praia Lírica, um tributo à canção cearense dos anos 70, 2011; e Cidade Blues Rock nas Ruas, 2013 – este também em CD ao vivo e DVD, 2014). Tem músicas gravadas por Ednardo (Acreditar, parceria com Francisco Casaverde), Karla Karenina, Amanda Acosta e Eliana Printes. Realizou inúmeros shows pelo Brasil. Foi palestrante do WOMEX 2003, em Sevilha,ES, com o tema “World Music e inclusão social”. É autora dos perfis biográficos de José de Alencar e Petrúcio Maia (Coleção Terra Bárbara,da Editora Dummar). É citada no ABZ do Rock Brasileiro (de Marcelo Dolabela) como um dos nomes pioneiros da cena rock e blues do nordeste. Formada em Comunicação Social pela UFC, fez especialização em Globalização e Cultura pela Fundação Escola de Sociologia de São Paulo. É mestra em Comunicação na UFC, com
pesquisa sobre performance e transgressão em Fortaleza nos anos 1970.

Sobre a Escola

O Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, ligada à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há seis anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

SERVIÇO

O quê: Porto Iracema das Artes, Instituto Villa-Lobos e Escola de Teatro da UNIRIO promovem live sobre trabalho vocal e poético
Quando: Sábado, 6 de Junho, a partir das 15 horas
Onde acessar: YouTube e Facebook da Escola Porto Iracema das Artes

Assessoria de Comunicação do Porto Iracema das Artes | Pedro Victor Lacerda
Publicado em: 04/06/2020