Porto Iracema recebe Edith Derdyk na abertura da primeira edição do Borda – Festival Arte, Bordado e Experimentação

Realizado pelo Coletivo Avesso, o festival acontece de 03 a 06 de outubro no Centro e na Praia de Iracema. Todas as atividades são gratuitas

“Linhas da Cidade” é o tema da primeira edição do Borda – Festival Arte, Bordado e Experimentação, que acontecerá de 03 a 06 de outubro com ações no Centro e na Praia de Iracema. Para abrir o festival, a artista paulistana Edith Derdyk realizará, na próxima quinta-feira, 03, a fala “Entrelinhas: os papéis da linha e suas abordagens”. A atividade tem início a partir das 18h, no Pátio da Escola Porto Iracema das Artes, com acesso gratuito.

Derdyk compartilhará com o público sua experiência enquanto artista que desde a década de 90 tece observações a respeito das transformações conceituais e materiais da linha, que vão desde o plano ao tridimensional. Após a fala da artista, será realizada a instalação sonora URU, em que Clau Aniz, Mariah Duarte, Vivi Rocha, Taís Monteiro, Bárbara Duarte e Marzzo investigam processos em fotografia, arte têxtil e música experimental.

O Festival tem um total de 19 atividades, todas gratuitas, com programação que reúne oficinas, falas de artista, exposição, workshops e ações de intervenção urbana, atravessando a prática do bordado livre em sua relação com a arte e mobilizando o acesso à formação artística e cultural, o incentivo e o fortalecimento da produção em arte contemporânea da cidade de Fortaleza.

Espaço de convívio e intercâmbio entre artistas e pessoas interessadas pela arte do bordado, como bordadeiros, pesquisadores, artistas visuais experientes e iniciantes, a proposta deste ano é realizar uma experimentação a partir do olhar para espaço urbano como uma trama onde se costuram experiências e encontros poéticos e políticos. O projeto é uma produção do Coletivo Avesso e tem apoio cultural do VII Edital das Artes da Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza.

Sobre Edith Derdyk

Edith Derdyk tem realizado exposições coletivas e individuais desde 1981 no Brasil (Museu de Arte Moderna- SP e RJ; Pinacoteca do Estado de São Paulo, Centro Cultural Banco do Brasil-RJ; Museu de Arte de São Paulo, Centro Cultural São Paulo, Instituto Tomie Ohtake, entre outras) e no exterior (México, EUA, Alemanha, Dinamarca, Colômbia, Espanha, França). Ministra aulas e palestras sobre desenho, livro de artista e processos poéticos em instituições, tais como Instituto Tomie Ohtake, Centro Cultural o_barco, Casa Contemporânea e outros.

Sobre o Coletivo Avesso
Em Fortaleza, o Coletivo Avesso percebe o bordado como um gesto artístico, político e poético. É composto pelas artistas-bordadeiras Laura Moreira e Wilma Farias que costuram caminhos e possibilidades diversas para o bordado, especialmente em diálogo com a cidade. As ações do Coletivo se configuram como ocupações e intervenções no espaço público, intencionando o estar junto para produzir conversas.

Sobre a Escola
O Porto Iracema das Artes é uma instituição da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há seis anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

Serviço
O quê: Abertura do Borda – Festival Arte, Bordado e Experimentação, com Edith Derdyk
Quando: Quinta-feira, 03 de outubro, às 18h
Onde: Pátio do Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, nº 160 – Praia de Iracema)
GRATUITO

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Lucas Casemiro
Publicado em 01/10/2019