Projeto Conversas com artistas da cena em formação retorna para 4º ciclo de debates no Youtube

Novo ciclo estreia nesta quinta-feira, às 19h. O convidado é o ator Chico Carvalho

O projeto Conversas com Artistas da Cena em Formação retoma as ações e lança o primeiro episódio do seu quarto ciclo de debates nesta quinta-feira, 18, no Canal do YouTube do Porto Iracema das Artes. Conduzido pelo professor adjunto do Curso de Licenciatura em Teatro da UFC, Tiago Fortes, o episódio irá debater a temática “Onde está o ator?” com Chico Carvalho, ator, radialista, professor e doutor em Artes da Cena (UNICAMP).

Os próximos episódios serão lançados mensalmente, sempre às quintas-feiras, no mesmo horário, em modo estreia na rede social.

O encontro discute a constituição do ator e da atriz, entendida no vídeo como uma série de imagens que são criadas sobre esse (a) artista e aquilo que se fala sobre ele (a). A temática deste primeiro episódio parte do questionamento já sinalizado no título, mudando o direcionamento de uma pergunta feita a atriz e atores, normalmente formulada em torno do “o que” significa atuar e ser ator/atriz. O convidado que abre o novo episódio tem em sua bagagem um prêmio Shell de melhor ator (2013), tendo integrado diversos espetáculos com direção de Gabriel Villela.

Os episódios dos ciclos buscam discutir as trajetórias e a aprendizagem de artistas convidados, discutindo os percalços encontrados e as metodologias e valores próprios desenvolvidos. O projeto como um todo parte da metodologia desenvolvida na pesquisa de doutorado de Tiago Fortes, que resultou no recém publicado livro, “A condição do ator em formação: por uma fenomenologia da aprendizagem e uma politização do debate” (Paco Editorial).

Conversas com Artistas da Cena em Formação

O projeto online Conversas com artistas da cena em formação é um desdobramento do “Poéticas de Coexistência – Artes Cênicas (ato 1)”, encontro virtual realizado em junho de 2020 nas redes sociais da Escola Porto Iracema das Artes. A realização é do Laboratório de Teatro em parceria com o Curso de Teatro-Licenciatura da Universidade Federal do Ceará (UFC).

Os três últimos ciclos já reuniram 10 convidados que integraram as discussões de cada episódio temático, sempre conduzidos pelo professor, Tiago Fortes, lançados nos meses de agosto, setembro, novembro e dezembro. Todos os capítulos podem ser conferidos na playlist criada para o projeto no Canal do YouTube da Escola:

Sinopse do Ep 1 – 4º Ciclo

Ao invés de perguntar o que é atuar ou o que é ser ator/atriz, perguntar onde está o/a ator/atriz. E poderíamos responder que o/a ator/atriz está em tudo aquilo que dizemos sobre ele/a, é constituído/a por uma série de imagens que fazemos dele/a.

Sobre Chico Carvalho

Ator formado pela Faculdade de Artes Cênicas da UNICAMP (1997-2000), mestre em Multimeios (2009) e doutor em Artes da Cena (2018), ambos departamentos do Instituto de Artes da UNICAMP. Radialista formado pelo curso de Comunicação Social com habilitação em Rádio e TV da Faculdade Cásper Líbero (2004-2007). Professor da Escola Superior de Artes Cênicas Célia Helena nas disciplinas História do Teatro Brasileiro e Interpretação Dramática (2009-2018). Como ator, recentemente (2018-2019), esteve em cartaz com espetáculos sob a direção de Gabriel Villela, entre eles ‘Estado de Sítio’ (Albert Camus) e ‘Boca de Ouro’ (Nelson Rodrigues), bem como na montagem do espetáculo Erêndira (texto de García Márquez) cuja temporada terminou em dezembro de 2019 no Teatro Popular do SESI. Protagonizou a montagem de Ricardo III (texto de Shakespeare e direção de Marcelo Lazzaratto) – papel que lhe rendeu o Prêmio Shell de melhor (2013). Nos anos de 2016 e 2017 esteve em cartaz no Teatro Popular do Sesi com o espetáculo Peer Gynt, de Ibsen, também sob a direção de Gabriel Villela, trabalho que lhe rendeu o prêmio FEMSA de melhor ator para espetáculos direcionados ao público infanto-juvenil. Ainda com o mesmo diretor, integrou o elenco de A Tempestade (2015-16), texto de Shakespeare, cumprindo longa temporada em São Paulo no teatro TUCA. Diretor e dramaturgo da Cia do Bife, companhia teatral fundada em 2016 e que já acumula duas montagens de textos inéditos apresentados em diversos palcos da cidade e do interior de SP. No final do ano de 2020 e início de 2021, apresentou aos domingos o programa A Grande Orquestra do Mundo na Rádio Cultura FM de SP, misturando música com a história do teatro ocidental em 14 episódios.

Sobre Tiago Fortes

É professor adjunto do Curso de Teatro-Licenciatura da Universidade Federal do Ceará. Doutor em Artes da Cena pela UNICAMP e Mestre em Teatro pela UNIRIO. Autor do livro “A Condição do Ator em Formação: por uma fenomenologia da aprendizagem e uma politização do debate”. Em sua trajetória acadêmica já participou da publicação de livros, revistas e congressos nacionais e internacionais como Congreso Internacional y Congreso Nacional de Teatro (IUNA-ARG) e Congresso Brasileiro de Pesquisa e Pós-Graduação em Artes Cênicas (ABRACE). Seus trabalhos cênicos já participaram de festivais como Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga, Festival Atos – Campina Grande (PB), Mostra Sesc Cariri, Festival de Teatro de Fortaleza e Bienal Internacional de Dança do Ceará. Destacam-se os trabalhos “Como Representar os Negros?, “As Suplicantes” e “De Santiago do Chile, 1973” como diretor e “O Coração Denunciador” e “Cartas do Asilo” como ator.

Sobre a Escola

O Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, ligada à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há sete anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

SERVIÇO

O quê: Projeto Conversas com Artistas da Cena em Formação retorna para 4º ciclo de debates no Youtube
Quando: quinta-feira, 18, às 19h
Onde assistir: Canal do YouTube do Porto Iracema das Artes

 

Equipe de Assessoria de Comunicação do Porto Iracema das Artes | Texto: Pedro Victor Lacerda (estagiário) | Supervisão e edição: Raphaelle Batista | Publicado em 17/03/2021