Edição especial do Afluentes reúne artistas que integraram Preamar de Artes Cênicas em 2016

Foto: Tim Oliveira

A atividade será precedida pela disponibilização do espetáculo “Todos seremos mãe”, realizada pelos alunos ao longo da formação

Relações afetivas e violência do Estado no período militar estruturam a narrativa do espetáculo “Todos seremos mãe”, desenvolvido pelos alunos do Preamar de Artes Cênicas em 2016. A obra, seus processos e desdobramentos serão discutidos em nova edição do Afluentes, que reunirá os então alunos e o diretor do espetáculo, Murillo Ramos. A live acontecerá no dia 17 de agosto, a partir das 15h, no canal do Youtube do Porto Iracema e será precedida pela disponibilização da filmagem do espetáculo AQUI. A apresentação estará disponível por um período de 48 horas, a partir das 15h de sexta-feira (14), encerrando-se às 15h do domingo (16).

A produção tem como ponto de partida a peça “Os Cactos”, do dramaturgo cearense Emmanuel Nogueira, que foca nas relações afetivas, especialmente entre mãe e filho, afetadas pela violência do Estado no período da Ditadura Militar no Brasil. Nesta montagem, os artistas trazem a discussão para o contexto atual.

A live contará com a presença do diretor do espetáculo, Murillo Ramos e dos alunos (elenco, figurino, iluminação) Carlos Coreano, Daliene Cipriano, Danieli Flores, Elizabeth Mitchel, Gil Rodriguês, Iole Godinho, Jupe Vasconcelos, Katiely Passos, Ohana Sancho e Tim Oliveira, integrando a programação especial de aniversário da Escola, “Sete Mares do Porto”, que comemora 7 anos de existência do Porto Iracema em 29 de agosto.

O “Afluentes” é um momento de reencontro entre artistas-pesquisadores e tutores dos Laboratórios, professores e alunos dos Cursos Básicos, Cursos Técnicos e do Programa de Fotopoéticas. Três ou mais pessoas compõem uma “mesa”, em plataforma aberta que propicie e valorize a interação com o público, disponibilizando, anteriormente, referências sobre os projetos e os temas que motivam as conversas.

Sobre o Preamar

O programa Preamar tem como objetivo criar condições de intensas experiências estéticas, com vistas a aprofundar os estudos desenvolvidos no Programa de Formação Básica. A proposta é compor equipes de ex-alunos da escola para se engajarem em projetos de criação artística sob tutoria de profissionais de carreira consolidada. Como o nome do programa sugere, a ideia é elevar ao nível máximo as possibilidades de formação, criando uma turbulência potente e criativa, assim como as marés cheias do mar aberto, a Preamar referida no título do programa.

Sinopse do espetáculo

Foto: Reginaldo Marinho

A partir da obra Os Cactos, de Emanuel Nogueira, “Todos Seremos Mãe” centraliza sua ação na vida/espera constante e diária do filho/sobrinho Pedro, desaparecido nos porões da Ditadura Militar Brasileira. A dor, a espera, a esperança, o desassossego das famílias que perderam seus entes nas ações violentas do Estado autoritário são mostrados em um mosaico onde ficção e realidade se confundem. Um espetáculo em carne viva, com cheiro de café, sopa, sonhos interrompidos, afagos e dores. Nesse momento, todos seremos mãe, mas poderíamos ser Pedros, Amarildos, Bergsons, Janes… Todos seremos.

Texto: Murillo Ramos, com colaboração de Carlos Coreano, Danieli Flores, Emídio Gazebo, Gil Rodriguês e Iole Godinho

Inspirado na obra Os Cactos, de Emanuel Nogueira.

Direção: Murillo Ramos.

Elenco:
Carlos Coreano, Daliene Cipriano, Danieli Flores, Elizabeth Mitchel, Emídio Gazebo, Gil Rodriguês, Iole Godinho, Isa Maria da Conceição, Jupe Vasconcelos, Katiely Passos, Mateus de Sousa, Ohana Sancho.

Figurino
Criação: Eduardo Sousa, Felipe Iése e Tim Oliveira.
Confecção: Maria Madalena, Maurília Damasceno, Ateliê Papillon Artes.

Cenário:
Criação: O grupo.
Confecção: Demacel Móveis Projetados

Sonoplastia: Iole Godinho, Jupe Vasconcelos e Katiely Passos.
Música Autoral: “Composição 1” de Jupe Vasconcelos.
Direção musical: Matu Miranda.
Iluminação: Danieli Flores.
Design gráfico, fotos e comunicação: Tim Oliveira.
Produção: Coordenação dos Cursos Básicos em Artes Cênicas, Danieli Flores, Emídio Gazebo, Iole Godinho e Isa Maria da Conceição.

Sobre a Escola

O Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, ligada à Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há sete anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

Serviço

O quê: “Edição especial do Afluentes reúne artistas que integraram Preamar de Artes Cênicas em 2016”
Quando: 17 de agosto, a partir das 15h
Onde acessar: Canal do Youtube do Porto Iracema das Artes
Link para espetáculo AQUI (disponível por 48 horas, de 15h do dia 14 de agosto às 15h do dia 16 de agosto).

Assessoria de Comunicação Porto Iracema das Artes | Rafaela Leite
Publicado em 06/08/2020