II PAULO FREIRE A BOMBORDO: Porto Iracema dá continuidade à releitura de “Pedagogia da Indignação”

Segundo encontro do projeto que homenageia Paulo Freire no ano de seu centenário acontece na próxima segunda-feira, 19 de abril, com leitura aberta ao público de “Primeira Carta – Do espírito deste livro”

Dando continuidade às ações da segunda edição do projeto II Paulo Freire a Bombordo – Centenário, o Porto Iracema das Artes prossegue com os encontros mensais dedicados a revisitar a obra do educador brasileiro. Em “Relendo Paulo Freire: Pedagogia da Indignação”, cada dia 19 até setembro deste ano vai contar com um momento online, aberto à participação do público, para ler e discutir trechos do livro com pesquisadores, educadores, artistas e participantes que conversam com a obra do Patrono da Educação Brasileira. Neste mês, a leitura conjunta será do capítulo “Do espírito deste livro”. A atividade acontecerá ao vivo na plataforma Zoom, com limite de 100 pessoas, e também será transmitida no Canal do YouTube da Escola a partir das 18h.

O calendário de ações que celebram o aniversário de 100 anos de Paulo Freire, no dia 19 de setembro de 2021, prevê apresentações artísticas, mostras audiovisuais, aulas abertas, debates, leituras, entre outras atividades, com a ideia de promover um mergulho na obra de Paulo Freire, refletindo sobre sua atualidade e relevância na cena cultural contemporânea. A programação é organizada em parceria pela rede de escolas criativas da Secult, geridas pelo Instituto Dragão do Mar: Escola de Artes e Ofícios Thomaz Pompeu Sobrinho, Centro Cultural Grande Bom Jardim (CCBJ), Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco, além do Porto Iracema.

Cartas para Paulo Freire

Conforme anunciado na abertura do II Paulo Freire a Bombordo – Centenário, no último dia 19 de março, o convite para a iniciativa “Cartas para Paulo Freire”, um desdobramento do projeto, segue em aberto. A atividade consiste no envio de cartas pelo público, tendo como critério para as produções o diálogo com o pensamento e as práticas de Paulo Freire no livro “Pedagogia da Indignação”, que reúne as últimas cartas do pernambucano. “Escolhemos esse gênero pelas dimensões de diálogo e do afeto, possibilitando uma reflexão crítica capaz de gerar ecos no atual contexto que vivemos”, reflete Iana Soares, coordenadora do Programa de Fotopoéticas do Porto Iracema.

Para integrar a iniciativa, as cartas devem ser enviadas para o e-mail cartasparapaulofreire@gmail.com. Ao final da ação, em setembro, será feita uma leitura dos escritos.

Confira, abaixo, o cronograma do “Relendo Paulo Freire: Pedagogia da Indignação”

  • 19 de abril – 18h
    Primeira carta – Do espírito deste livro
    Zoom e Canal do YouTube do Porto Iracema
  • 19 de maio – 18h
    Segunda carta – Do direito e do dever de mudar o mundo
    Terceira carta – Do assassinato de Galdino Jesus dos Santos – indígena pataxó
    Zoom e Canal do YouTube do Porto Iracema
  • 18 de junho (excepcionalmente) – 18h
    Descobrimento da América
    Alfabetização e miséria
    Zoom e Canal do YouTube do Porto Iracema
  • 19 de julho – 18h
    Desafios da educação de adultos ante a nova reestruturação tecnológica
    A alfabetização em televisão
    Zoom e Canal do YouTube do Porto Iracema
  • 19 de agosto – 18h
    Educação e esperança
    Denúncia, anúncio, profecia, utopia e sonho
    Zoom e Canal do YouTube do Porto Iracema
  • 19 de setembro – 18h
    Encerramento e partilha de cartas escritas para Paulo Freire
    Zoom e Canal do YouTube do Porto Iracema

Sobre o II Paulo Freire a Bombordo – Centenário

A abertura do “II Paulo Freire a Bombordo – Centenário”, em 19 de março, contou com um concerto realizado ao vivo pelo Madeira Trio, com participação de Larissa Goes, além de uma primeira leitura do livro “Pedagogia da Indignação: cartas pedagógicas e outros escritos” por representantes das escolas que estão realizando o projeto. Para assistir à apresentação “Amar é um Ato de Coragem”, clique AQUI.

Esta edição dá continuidade ao projeto realizado em 2019 e segue articulando a rede de escolas criativas da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), geridas pelo Instituto Dragão do Mar (IDM). De junho a setembro de 2019, a Escola Porto Iracema das Artes promoveu oficinas, aulas abertas, rodas de leitura e debates. No âmbito do projeto, o CCBJ realizou o projeto Navegações Freireanas, que promoveu atividades formativas e culturais inspiradas pelas ideias de Paulo Freire em 12 escolas estaduais do território do Grande Bom Jardim. Já a Escola Thomaz Pompeu Sobrinho fez uma exposição de bordados confeccionados coletivamente por alunos da instituição, em diálogo com os ensinamentos do professor. A partir das ideias do educador, as instituições da rede de escolas criativas da Secult ocuparam, ainda, uma sala especialmente dedicada a Paulo Freire durante a programação da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará.

Sobre a Escola

O Porto Iracema das Artes é uma instituição da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há seis anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

SERVIÇO

O quê: II PAULO FREIRE A BOMBORDO: Porto Iracema dá continuidade à releitura de “Pedagogia da Indignação”
Quando: 19 de abril, segunda-feira, a partir das 18h
Onde: Zoom e transmissão ao vivo no Canal do Youtube do Porto Iracema
Limite de 100 pessoas na sala

Equipe de Assessoria de Comunicação do Porto Iracema das Artes | Texto: Pedro Victor Lacerda | Supervisão: Raphaelle Batista | Publicado em 09/04/2021