Porto Iracema das Artes dá início à série de atividades para celebrar o centenário de Paulo Freire

A segunda edição do projeto “Paulo Freire a Bombordo” começa nesta sexta-feira, 19 de março, com um concerto virtual, e culmina em 19 de setembro, dia em que se completam 100 anos de nascimento do patrono da Educação Brasileira

“É preciso ter esperança. Mas tem de ser esperança do verbo esperançar. Por que tem gente que tem esperança do verbo esperar. Esperança do verbo esperar não é esperança, é espera. ‘Ah, eu espero que melhore, que funcione, que resolva’. Já esperançar é ir atrás, é se juntar, é não desistir. É ser capaz de recusar aquilo que apodrece a nossa capacidade de integridade e a nossa fé ativa nas obras.”

Paulo Freire, em Pedagogia da Esperança (1992)

Em 19 de setembro de 2021 completam-se cem anos do nascimento de Paulo Freire, um dos autores mais respeitados e publicados do mundo, patrono da Educação Brasileira. Para homenagear o grande pedagogo pernambucano, a Escola Porto Iracema das Artes inicia uma programação especial em torno do centenário do educador. O “II Paulo Freire a Bombordo – Centenário” dá continuidade ao projeto realizado em 2019 e segue articulando a rede de escolas criativas da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), geridas pelo Instituto Dragão do Mar (IDM).

Além do Porto Iracema, a Escola de Artes e Ofícios Thomaz Pompeu Sobrinho, o Centro Cultural Grande Bom Jardim (CCBJ) e a Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco vão organizar atividades para celebrar e discutir o legado de Paulo Freire ao longo dos sete meses entre 19 de março e 19 de setembro. Serão apresentações artísticas, mostras audiovisuais, aulas abertas, debates, leituras, entre outras ações, com a ideia de promover um mergulho na obra de Paulo Freire, refletindo sobre sua atualidade e relevância na cena cultural contemporânea.

A diretora de Formação do Instituto Dragão do Mar, professora Bete Jaguaribe, observa a importância desse ato comemorativo aos 100 anos de nascimento de Paulo Freire. “Em tempos tão sombrios, em que a ciência e o pensamento crítico são tão atacados, aprofundar os laços com o legado de Paulo Freire é fundamental para o país. O Brasil tem uma das mais importantes formulações sobre a experiência de educação. Paulo Freire é reverenciado no mundo todo, especialmente pela perspectiva de transformação e autonomia que sua obra favorece. Nossa programação é de agradecimento a esse educador e de reafirmação a sua obra”, observa.

Releituras de Paulo Freire: canções e escritas

O Madeira Trio fará um passeio pela música brasileira para homenagear Paulo Freire

A abertura da programação ocorre na próxima sexta-feira, 19 de março, data especial no imaginário cearense por ser o Dia de São José, popularmente associado à esperança de chuva, boa colheita e fartura. Profundamente afinado com as culturas populares, Paulo Freire reafirma a centralidade da esperança como sentimento mobilizador do pensamento e da ação crítica para o enfrentamento dos problemas sociais e a construção de um mundo melhor. Daí a ideia de começar as comemorações neste mês.

A partir das 17h, com transmissão ao vivo pelo Youtube do Porto Iracema, teremos o “Concerto para Paulo Freire – Amar é um Ato de Coragem”, com Madeira Trio e Larissa Goes. A direção musical será de Pedro Madeira (bandolim e violão), artista que integrou o Laboratório de Música da Escola em 2017, sob tutoria de André Mehmari, com a Orquestra Popular do Nordeste.

O concerto, de 40 minutos, terá participação da cantora e atriz Larissa Góes, apresentando textos que versam sobre os ritmos e compositores brasileiros, e dos músicos Michael Rodriguez (bateria) e Pedro Façanha (baixo), com direção de arte de Andreia Pires.

No repertório, canções como Farinhada (Pedro Madeira), Entardecendo (Macaúba do Bandolim), A Jangada (Alberto Nepomuceno) e Gaúcho (Chiquinha Gonzaga), entre outras. Esse “passeio” pela grandiosa história da música brasileira, desde o cearense Alberto Nepomuceno até composições dos integrantes do grupo, é uma forma de homenagear aquele que revolucionou a história da educação no país e é reverenciado no mundo por sua contribuição à pedagogia.

A atriz e cantora Larissa Goes vai participar do “Concerto para Paulo Freire: Amar é um ato de coragem”.

Durante o concerto, será iniciada também a ação “Relendo Paulo Freire: Pedagogia da Indignação”, que propõe a leitura conjunta e virtual do último livro do educador. A obra reúne cartas deixadas pelo autor antes de seu falecimento, em maio de 1997. O livro organizado por sua companheira, Nita Freire, traz algumas das reflexões mais importantes de Paulo Freire sobre suas propostas para a Educação.

Nesse dia, as leituras serão feitas por representantes das Escolas Porto Iracema das Artes, Thomaz Pompeu Sobrinho, Escola de Gastronomia Social e Centro Cultural Grande Bom Jardim. Para os próximos eventos, o público também será convidado a participar.

Na ocasião, também haverá o lançamento de “Cartas para Paulo Freire”, um convite aberto para recebimento de cartas que poderão compor uma publicação e, também, deverão ser lidas na finalização do projeto, em setembro.

Sobre o I Paulo Freire a Bombordo

De junho a setembro de 2019, a Escola Porto Iracema das Artes promoveu oficinas, aulas abertas, rodas de leitura e debates em homenagem à vida e à obra de Paulo Freire na primeira edição do “Paulo Freire a Bombordo”. Além dos eventos, o artista Yan Belém construiu um painel com lambes de Paulo Freire e o pátio da Escola recebeu o graffiti do artista Spote, com a frase “Não se pode falar de educação sem amor”.

Encerramento dos projetos “Paulo Freire a Bombordo” e “Navegações Freireanas” em 19 de setembro de 2019. Foto: Té Pinheiro.

No âmbito do projeto, o CCBJ realizou o projeto Navegações Freireanas, que promoveu atividades formativas e culturais inspiradas pelas ideias de Paulo Freire em 12 escolas estaduais do território do Grande Bom Jardim. Já a Escola Thomaz Pompeu Sobrinho realizou exposição de bordados confeccionados coletivamente por alunos da instituição, em diálogo com os ensinamentos do professor. A partir das ideias do educador, as instituições da rede de escolas criativas da Secult ocuparam, ainda, uma sala especialmente dedicada a Paulo Freire durante a programação da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará.

Clique abaixo e relembre alguns desses momentos:

>>> Aula aberta “Paulo Freire e as poéticas da existência” com Ruth Cavalcante
>>> Aula aberta “Pedagogia da Autonomia e a experiência da Escola Livre de Teatro”, com Luiz Fernando Marques (Lubi)
>>> Aula aberta “Paulo Freire e a construção do bem comum: artes, memórias, levantes”, com Carolina Ruoso
>>> Relendo Paulo Freire: Pedagogia da Autonomia
>>> Celebração do Aniversário de Paulo Freire

Sobre a Escola

O Porto Iracema das Artes é uma instituição da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sob gestão do Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há seis anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

SERVIÇO

O quê: Porto Iracema das Artes dá início à série de atividades para celebrar o centenário de Paulo Freire
Quando: 19 de março, sexta-feira, a partir das 17h
Onde: Canal do Youtube do Porto Iracema

 

Equipe de Assessoria de Comunicação do Porto Iracema das Artes | Texto: Raphaelle Batista | Publicado em 17/03/2021